Relacionamentos

Como Superar os Principais Obstáculos de uma Relação Amorosa

Um relacionamento é feito de companheirismo e só vale a pena quando as alegrias superam as discussões e os stresses do dia a dia pelos quais passam a maioria dos casais. Por isso, saiba como viver numa boa com o seu amado para que a relação seja saudável e faça os dois felizes, sem deixar que pequenos problemas os atrapalhem!

Ciúme

Quando é na medida certa, este sentimento pode até ser bom para a relação, mas, se exagerado, torna-se motivo de inúmeros desentendimentos. Se acha que sente muito ciúme do na­morado, talvez seja bom conversar com ele. Explique-lhe quais são as atitudes de que você não gosta e peça-lhe para que tentar evitá-las. Afinal, isso pode criar conflitos à toa. Quando o assunto são os amigos, por exemplo, saiba respeitar o espaço dele, para que, assim, o seu também seja respeitado.

Egoísmo

Ser um casal é o mes­mo que pensar por duas pessoas. Cada decisão que tomar, não basta pensar só em si. Coloque-se no lugar dele e reflita se gostaria que ele lhe fizesse o mesmo! Mas, se o problema é o egoísmo dele, converse com ele e tente mostrar-lhe que ele pode mudar em alguns aspec­tos para deixar a relação ainda melhor.

Defeitos

Apesar de amar e gostar do rapaz, certamente, você vê algumas coisas nele que, se pudesse, mudaria. Mas, como nin­guém é perfeito, aceite-o como é, afinal, também ele já deve ter reparado em algo que gostaria de mudar em si. Porém, se há alguma coisa que ele faça que realmen­te a irrite, não deixe a situação chegar ao extremo, causando brigas. Converse com o namorado e peça-lhe para tentar mudar a forma como age.

Discussões

Por melhor que seja a relação, mais tarde ou mais cedo, vocês vão acabar por se desentender. Quando isso ocorrer, é preciso que os dois saibam admitir o erro e pedir desculpas. Por isso, se você gosta realmente do seu par e quer que o romance siga para a fren­te, não se arme em durona quando chegar a altura de precisar de se desculpar ou de perdoar um erro dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *